segunda-feira, 12 de maio de 2008

Correria de segunda

Segunda-feira atípica, branda, trabalho rendendo bem. Sem grandes atropelos na Cantareira. Renata e Sandra de ótimo humor. Almoço no Al Farábi.

Faz frio em Niterói. Raríssimo, como essa segunda.

Fui ouvindo Zélia e Simone. Mais do mesmo. O que mais admiro em Zélia Duncan é o fato de estar sempre buscando repertórios novos, finos, desacoplados da mídia.
Voltei ouvindo Antônio Príncipe. O fino do chamamé. Conheci essa iguaria com Mercedes Sosa e Antônio Tarago Rios. Achei esse disco, comprei no escuro. É ótimo.

Fui lendo O Cantor de Tango. Cada vez melhor. Lembra Bolaño.
Voltei lendo O Globo. Joaquim Ferreira dos Santos reclamando da segunda feira. Médio.

Scarlet Johansson cantando Tom Waits - a primeira impressão é algo deslocado do contexto. Não deu pra gostar de nada ainda, Vou ter que ouvir mais. Tom Waits é genial, Scarlet é muito bunitinha, tem que ter coisa boa ali. Merece uma investigação melhor.

Indicados ao Prêmio Tim na categoria Fulltrack: Amigo Apaixonado (Victor e Léo), Futuro Prometido (Sorriso Maroto) e Não precisa mudar (Ivete Semgalo). Não sei bem o que é essa categoria, mas deve ser uma coisa bem gasosa e repolhenta.

No momento, Vitor Assis Brasil arrasa Wave, Tom Jobim. Boa Noite.



Nenhum comentário:

Fragmentos

"Eurico Alves, poeta baiano, Salpicado de orvalho, leite cru e tenro cocô de cabrito. Sinto muito, mas não posso ir a Feira de...