quinta-feira, 8 de maio de 2008

Saudações tricolores

Nenhum torcedor do Fluminense, Vasco ou Botafogo pode deixar de ter uma ponta de satisfação quando o Flamengo apronta um vexame. É de dar pena!
.........................................................................................
Na vitrolinha, Avishai Cohen Trio, Gently Disturbed, recomendação triplo A.
.........................................................................................
Por falar na vitrolinha, esqueci de comentar que no último final de semana, tirei o pó da pick up, só pra ouvir Às próprias custas, Itamar Assumpção. Trata-se do melhor disco ao vivo que saiu por aqui nos anos 80. Mais precisamente, em 15 de novembro de 1982, na Sala Guiomar Novaes em São Paulo. Itamar em plena forma, desconstruindo Geraldo Pereira, Wally Saylormoon, Luis Melodia, Adoniram e muito dele mesmo. Itamar, além de brilhante compositor, era um intérprete finíssimo. Aqui no CCBB, numa das suas raras apresentações no Rio, perto de morrer, pude ver Itamar trucidar Boa Noite, Djavan, transformando uma música relativamente banal num clássico.A Gravadora Baratos Afins cometeu o mais grave dos seus erros ao remasterizar o vinil para cd. Ficou horrível. Vozes abafadas, tudo de ruim.
.........................................................................................
Aquele foi um mês inesquecível no CCBB, com a boa música de São Paulo. Wisnick, Tatit, Ná, Premê, Arrigo, só faltou Eduardo Gudin.
.........................................................................................
Nunca ter visto uma apresentação do Eduardo Gudin, um compositor que admiro muito, me deixa deprimido. Não me lembro de ver anunciada qualquer apresentação dele aqui no Rio.

Nenhum comentário:

Fragmentos

"Eurico Alves, poeta baiano, Salpicado de orvalho, leite cru e tenro cocô de cabrito. Sinto muito, mas não posso ir a Feira de...