terça-feira, 18 de novembro de 2008

Recomendatório

Fui à exposição do Laerte e do Angeli no Centro Cultural do Correios. Imperdível! Dois dos melhores cartunistas brasileiros mostrando seus melhores trabalhos. Fiquei tão envolvido que esqueci de olhar as cobras do Veríssimo.
...................................................................................
Tenho ouvido aqui, ali e acolá o disco que Jane Duboc revisita a obra de Egberto Gismonti. Um trabalho muito delicado e bonito. Da melhor qualidade.
...................................................................................
Comecei a ver a nova temporada de House sem entender muito. Não assisti metade da quarta. Mas não gostei do que vi. Achei mal trabalhada a possível saída do oncologista.
.....................................................................................
Continuo acompanhando Alice com muito prazer.
......................................................................................
Achei por acaso na Livraria da Travessa, uma Antologia do Pastoril Profano. Boa oportunidade pra reouvir o Véio Mangaba e outros Véios. Gosto muito do pastoril, principalmente a parte debochada dele.
.........................................................................................
Vi, em DVD, Casamento em dose dupla (Diane Keaton) e Virando a mesa. Ambos razoáveis, dá pra perder duas horas de vida.

Nenhum comentário:

Fragmentos

"Eurico Alves, poeta baiano, Salpicado de orvalho, leite cru e tenro cocô de cabrito. Sinto muito, mas não posso ir a Feira de...